Apresentação realizada em 29-07-2017 na 72ª Reunião Presencial da Comunidade NetPonto em Lisboa.

Xunit and the temple of QA

Por Bruno Lopes

Porque é que testamos o nosso software? Se eu quiser que o código que faço não quebra código antigo, preciso de testar o meu software todo quando faço uma alteração.Mas isso seria de doidos, não seria? Se calhar, se houver umas coisas que são capazes de testar e re-testar o meu software, eu podia ensinar-las a testar, enquanto eu vou fazendo mais código e mais funcionalidades e melhorar o que já tenho!Nesta sessão  vamos olhar para a piramide de testes, cortar-lhe o topo de UI e ver como é que podemos usar Xunit para implementar os nossos testes automáticos, e como é que conseguimos correr estes testes.Uma breve intro sobre testes automáticos, e de seguida demos demos demos, de como usar Xunit 2.2.0, com contextos, factos, teorias, coleções, dados, disposables e excel. Sim, Excel. 
Vamos também ver de relance para algumas ferramentas auxiliares como Moq e Shoudly para ajudar na construção dos nossos testes.

Mais Comunidade NetPonto:

;